TRIO AQUARIUS

RICARDO AMADO

RICARDO SANTORO
 

FLÁVIO AUGUSTO

violino

violoncelo

piano

DOMINGO | 07 DE JUNHO | 11H30

L. V. Beethoven (1770-1827)
Trio em si b maior WoO 39 (1812)

Allegretto

    

Trio em dó menor, Op. 1 nº 3  (1793-95)

I Allegro con brio
II Andante cantabile con 5 variazioni
III Minuet. Quasi Allegro - Trio
IV Finale. Prestissimo

F. Mendelssohn (1809-1847)
Trio para piano e cordas nº 1 em ré menor, Op. 49 (1839)

I Molto Allegro agitato
II Andante con molto tranquillo
III Scherzo. Leggiero e vivace
IV Finale. Allegro assai appassionato
 

Flávio Augusto, Ricardo Amado e Ricardo Santoro encontraram-se pela primeira vez em 1991 e, desde então, vêm desenvolvendo um trabalho de alta qualidade, que coloca o TRIO AQUARIUS entre os melhores e mais destacados conjuntos de câmara do Brasil, sendo, aliás, um dos grupos de maior longevidade no país, completando, em 2020, 29 anos de atividades ininterruptas.


Logo em seu primeiro ano de existência, o Trio Aquarius obteve o terceiro lugar no mais importante concurso de música erudita do Brasil, o Prêmio Eldorado de Música – SP. Desde então, sua carreira tomou grande impulso, destacando-se suas apresentações à frente da Orquestra Sinfônica Brasileira e da Orquestra Sinfônica de Campinas. Em 1999, o Trio Aquarius foi o grande vencedor do II Concurso Nacional de Música de Câmara “Henrique Nirenberg”, realizado na Escola de Música da UFRJ. 


Com um repertório que inclui clássicos do século XVIII até compositores contemporâneos, o Trio Aquarius tem como um de seus objetivos a divulgação da música brasileira de todas as épocas. Para tanto, já gravou três CDs, com obras de Nestor de Hollanda Cavalcanti, Tim Rescala, Villani-Côrtes, Henrique Oswald, Guerra-Peixe e Francisco Braga. 


Na Alemanha, o Trio Aquarius se apresentou em Hannover – representando o setor cultural do Brasil na EXPO-2000 – e na “Haus Der Kulturen Der Welt”, em Berlim, em concertos com transmissão ao vivo pela televisão para toda a Europa. Nos Estados Unidos, participou de uma turnê por quatro cidades, levando a música brasileira a Nova York, Washington, Denver e Selinsgrove. 


Em 2009, o Trio Aquarius foi escolhido pela direção do Museu Villa-Lobos para realizar a integral – inédita no Brasil – dos três trios de Heitor Villa-Lobos, nas comemorações do 50º aniversário de morte do maestro, na Sala Cecília Meireles.

 
Em 2011, o compositor Edino Krieger dedicou ao Trio Aquarius sua obra Trio Tocata, que fez a estreia mundial na 19a Bienal de Música Brasileira Contemporânea do mesmo ano. Em 2019, o Trio Aquarius gravou um CD totalmente dedicado à obra de Edino Krieger – incluindo algumas transcrições de obras escritas originalmente para piano solo, realizadas pelo pianista Flávio Augusto. 

© 2020 Temporada de concertos   l   Fundação Maria Luisa e Oscar Americano.