Maria Teresa.jpg

MARIA TERESA MADEIRA

piano

Desde o início, a intensa e multifacetada carreira musical de Maria Teresa Madeira encontra-se marcada por experiências nos campos artístico e acadêmico. Além de sua formação como Bacharel em Piano pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ e de seus títulos de Mestre em Música pela Universidade de Iowa (EUA) e de Doutora, em 2016, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UniRio), tem compartilhado suas experiências em cursos e workshops pelo Brasil e em outros países. Já́ realizou recitais e concertos nos EUA, Colômbia, França, Argentina, Finlândia, Tunísia, Espanha e Alemanha. Desde 2009 é professora da UniRio, onde ministra aulas nos cursos de Bacharelado, de Extensão e, desde 2020, faz parte do Proemus (Mestrado Profissional) tendo assumido também o cargo de Coordenadora dos Cursos de Bacharelado.

Participou de 15 edições da Bienal de Música Contemporânea Brasileira, de 1983 a 2019, no Rio de Janeiro, além de diversos eventos ligados à musica contemporânea.

Participou de 15 edições do Curso Internacional de Verão de Brasília – CIVEBRA, lecionando piano, música de câmera, assim como oficinas de leitura à primeira vista e assuntos ligados à musica brasileira.

Sua discografia conta com mais de 30 CDs, como solista e camerista, mantendo sua trajetória sempre ligada à música de brasileira. Lançou em 2003 2 CDs que gravou inteiramente dedicados a Ernesto Nazareth Vol.1 e Vol.2 (Sonhos e Sons, 2003), este último indicado ao Grammy Latino. A Obra Integral de Ernesto Nazareth (uma caixa com 12 CDs), lançada em 2016, recebeu o Prêmio da Música Brasileira e o PremioBravo! ambos como melhor CD erudito de 2016.

Lançou em fevereiro de 2020 a coleção Chiquinha Gonzaga para todos (145 partituras no total) em parceria com o pianista, professor e pesquisador Wandrei Braga, em 4 volumes, para piano solo, desde o nível iniciante ao avançado, por ordem de dificuldade.

Em 2020 recebeu o Prêmio de Melhor Instrumentista juntamente com a saxofonista Maria Bragança pelo disco "Duas Marias”.

DOMINGO | 07 DE NOVEMBRO | 11H30

J. S. Bach (1685-1750)

Prelúdio da Partita n. 1 em Si b, M BWV 825 (1726)

Giga da Suíte Inglesa n. 2 em Lá menor, BWV 807 (1715-20)

 

W. A. Mozart (1756-1791)

Rondó alla turca da Sonata K. 331 (1783?)

 

C. Debussy (1862-1918)

Arabesque n. 1 (1890-91)

 

H. Villa-Lobos  (1887-1959)

Choros no.5 (Alma Brasileira) (1925)

 

H. Alves de Mesquita (1830-1906)

Batuque (1894)

 

E. Nazareth (1863-1934)

Batuque (1901)

 

Chiquinha Gonzaga (1847-1935)

Cananéa (1900)

F. Mignone (1897-1986)

Valsa- Choro n. 3 (1950)

 

Carolina Cardoso de Menezes (1913-1999)

Rosas amarelas para uma pianista (1987)

 

Pixinguinha (1897-1973) - Braguinha (1907-2006)

Carinhoso (1916-17) (arranjo Maria Teresa Madeira)

 

Pixinguinha (1897-1973)

Choro de Gafieira (arranjo de Maria Teresa Madeira)