top of page
selo Presencial (1).png
hayoung-choi3B.jpg

HAYOUNG CHOI

violoncelo

A violoncelista sul-coreana HAYOUNG CHOI, nascida em Bielefeld (Alemanha) em 1998, 1o Prêmio do Concurso Queen Elisabeth para violoncelo de 2022, também foi a vencedora dos concursos internacionais Krzysztof Penderecki, na Polônia, Johannes Brahms, na Áustria, Antonio Janigro, na Croácia e Justus Dotzauer, na Alemanha. 


Como solista, estreou com a Filarmônica de Boston em 2021 e já se apresentou com outras orquestras de prestígio, como a Kremerata Báltica, Camerata Salzburg, Orquestra de Ópera e Museu de Frankfurt, Orquestra de Câmera de Barcelona, Filarmônicas de Bucheon, Sungnam e Suwon. Foi convidada por renomados festivais de música como o City of London, na Inglaterra, Amsterdam Cello Biennale na Holanda, Kronberg Cello na Alemanha, Pablo Casals na França, Beijing Supercello, na China e Artdialog, na Suíça.


Dentre os parceiros com os quais já fez música de câmera, destacam-se: Gidon Kremer, Christian Tetzlaff, Kim Kashkashian, Jörg Widmann, Mitsuko Uchida, Antoine Tamestit, Elena Bashkirova e Martin Helmchen. 


Participou de masterclasses com Sir Simon Rattle, Christoph Eschenbach, Daniel Barenboim e Sir András Schiff. 


Hayoung Choi começou sua educação musical na escola preparatória na Universidade Nacional das Artes da Coréia e mais tarde estudou na Purcell School, na Inglaterra. Entre 2014-2017 estudou com o Frans Helmerson na Academia Kronberg, na Alemanha, onde obteve seu bacharelado e mestrado. Desde 2017 prossegue seus estudos com o Wolfgang Emanuel Schmidt e se tornou membro do corpo docente do Conservatório Emanuel Feuermann da Academia Kronberg.

Hayoung Choi toca em um violoncelo Giovanni Paolo Maggini, Brescia (c.1600) gentilmente emprestado pela Kumho Cultural Foundation e Asiana Airlines, Inc.

Araceli Chacon 7.jpg

ARACELI CHACON

piano

Nascida em São José do Rio Preto, SP, ARACELI CHACON ganhou seu primeiro prêmio e “Melhor Leitura à Vista” aos 8 anos de idade, e aos 9 estreou como solista com orquestra. Durante os 10 anos que residiu nos Estados Unidos concluiu o Bacharelado e o Mestrado em Música na Juilliard School, e exerceu intensa atividade como solista e camerista. Entre suas apresentações, destacam-se participações no Museum of Modern Art's Summer Garden Music Festival, executando as integrais dos Prelúdios para piano, de Claude Debussy, e do ciclo Mikrokosmos, de Bela Bartók; e o Concerto Duplo para piano, Cravo e Duas Orquestras de Câmera, de Elliot Carter, no Focus Music Festival, ambos em Nova York. Suas performances com orquestra incluem solos com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica de Charleston e a Sinfônica da Cidade do Cabo, sob a direção musical de Omri Hadari, Camargo Guarnieri, Claudio Santoro e Roberto Minczuk, dentre outras. Desde a infância, sagrou-se vencedora de inúmeros concursos, recebendo também prêmios especiais, como: “Melhor Intérprete de Música Brasileira”; “Melhor Intérprete da obra Jeux d'eau de Maurice Ravel”; e “Prêmio Revelação”, outorgado pela Associação Paulista de Críticos de Arte. Entre 1992-2008 atuou como docente do Departamento de Música da Universidade Federal de Uberlândia. Recentemente, foi convidada como “Guest Artist” da Baden-Baden Brahms Gesellschaft para estudos nesse importante centro histórico de pesquisas sobre o compositor, na Alemanha. Desde os 9 anos, Araceli faz gravações ao vivo para estações de rádio e televisão em países, como: Brasil, Estados Unidos e África do Sul.

DOMINGO | 08 DE OUTUBRO | 11H30

PROGRAMA

F. SCHUBERT (1797-1828)

Sonata Arpeggione, D.821

Allegro moderato

Adagio

Allegretto

 

S. RACHMANINOFF (1873-1943)

Sonata para violoncelo e piano em sol menor, op. 19 (1901)

Lento - Allegro moderato

Allegro scherzando

Andante

Allegro mosso

bottom of page