D50C7609-7044-49AE-9878-0FBEC6B426BB 3.jpg

MARIA LUISA FERRAZ AMERICANO nasceu a 30 de abril de 1917, na cidade do Rio de Janeiro, filha de Bernardo José dos Santos Ferraz e de Maria Isabel Date Ferraz. Maria Luisa estudou no tradicional Colégio Notre Dame de Sion em Petrópolis. Em 1937, casou-se com Oscar Americano de Caldas Filho. Desta união nasceram cinco filhos: Anna Helena, Anna Luisa, Anna Cecilia (in memorian), Oscar e Anna Elisabeth.


Quando o casal decidiu usar a propriedade em que passava os finais de semana, no bairro do Morumbi, para ali construir a residência da família, escolheram Otavio Teixeira Mendes para projetar o parque e Osvaldo Arthur Bratke para projetar a casa. 


Maria Luisa foi a responsável pela direção de todos os projetos, lendo participado da escolha das equipes de construção, do plantio de árvores e de todas as outras providências relacionadas a esta obra. 


Nesta casa, viveu durante 20 anos ao lado do marido e filhos. 


Maria Luisa faleceu em 27 de abril de 1972 e, após dois anos, Oscar Americano instituiu a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano, em homenagem à extraordinária companheira e devotada esposa que o inspirou em todos os momentos de sua vida.

OSCAR AMERICANO DE CALDAS FILHO nasceu a 27 de março de 1908, em São Paulo, filho de Ermelinda Ramos e Oscar Americano de Caldas. Casou-se com Maria Luisa Ferraz com quem teve cinco filhos. Pelo ramo paterno, tinha consanguinidade com o protomártir da Independência, Joaquim José da Silva Xavier - o Tiradentes e era sobrinho do cientista Vital Brazil Mineiro da Campanha, descobridor da especificidade dos soros antivenenos.

 

Formou-se em Engenharia na Universidade Presbiteriana Mackenzie e foi um dos maiores empresários da construção pesada no país. Proprietário da cbpo – Companhia Brasileira de Projetos e Obras –, foi pioneiro no uso de máquinas de terraplanagem e em tecnologias inovadoras para a engenharia rodoviária no Brasil.

 

Em 1974, dois anos após o falecimento de sua esposa, criou a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano na qual reuniu expressivo acervo de obras de arte, móveis e objetos brasileiros de valor histórico inestimável.

 

Faleceu a 15 de junho de 1974, aos 66 anos de idade, em São Paulo.